Páginas

~ 28.3.10 ~

Eu e minha cabeça embriagada.
E minhas lágrimas secas, continuo sem meu cara...
...Eu morri uma centena de vezes
       
                                                           Amy Winehouse/Black to black




Me sentia atordoada e infeliz, mas sem motivo e a unica coisa que fazia esses sentimentos ruins irem embora era a graça que eu sempre sentia antes de dormir. Lembrei que eu tinha uma familia, um emprego, que eu era jovem, enfim, que eu tinha uma vida! Aaah também senti a presença de um sentimento, que sinceramente não sei que onde venho, "esperança".
Meu pai bateu na porta, pôs o pescoço pro lado de dentro, viu que eu estava prestes a cochilar então entrou e me cobriu, "boa noite querida, durma com os anjos". Eu me senti uma menininha e senti que ali naquela mesma casa havia uma familia feliz. Dei um suspiro e me virei, rezando para que ele não percebesse embaixo da cama três xícaras sujas de café e que também não notasse a meia garrafa de vodka que sumira cheia da estante semana passada.
                                             
                                                                                              Tati Lemos

19 comentários:

  1. Cenário que bate bem com o trecho da Amy, lá no começo, né?
    Bjooo!!

    ResponderExcluir
  2. Uma família feliz, boa saúde e um emprego, não fazem evaporar as nossas dores, mas nos fazem mais fortes para enfrentá-las. Texto tocante, e ao som de Amy, fica ainda melhor.

    Meubeijopravocê

    ResponderExcluir
  3. Saaudades! Adorei o post!

    Beeijos ;**

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que inveja amiga...
    Eu não sei mais o que é sentir-se a menininha do papai, não tenho mais idade pra isso, mas faz falta, mesmo que seja algo que eu nunca tive.
    Sua familia, flor, valorize ela, por favor. Precisamos, não é?
    bjOus

    ResponderExcluir
  5. Conferi o rumo com um golfinho zombeteiro
    Uma baleia branca sorriu em brancura
    Um bando de voadores peixes cruzou comigo
    Um peixe-anjo subiu na vaga e sorriu com ternura

    Contei cada vaga que me afagou o olhar
    Lancei em sorte uma esperança esquecida
    Quanto sal tem a beleza da maresia?
    Para onde viajam os sonhos de uma gaivota adormecida?


    Boa semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  6. parabens pelo lindo blog.
    inteligente
    envolvente e legal d visitar.

    vi ele no da ana catarina.
    enfim
    abraços e ótima terça

    ResponderExcluir
  7. 'Eu e minha cabeça embriagada.
    E minhas lágrimas secas, continuo sem meu cara...
    ...Eu morri uma centena de vezes'


    :O

    ResponderExcluir
  8. De vez em qdo acontece isso da gente 'nunca estar satisfeito com o q tem', qdo a gente nao percebe que se tem mais do que imagina!
    Ainda bem que a esperanca existe e volta a nossa cabeca pro lugar certo! longe desses medos e pensamentos bobos ;P

    Beijos!
    vc escreve mto bem e simples; da pra me identificar em mtas coisas ;]

    ResponderExcluir
  9. Nossa primeira vez que venho aqui, boa surpresa, lindos textos, a maioria são seus ou todos?
    Adorei, talento a vista né.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Lindos seus textos ^^
    Originais ...

    Parabéns pelo blog ^^
    Tá tudo de bom

    Bjs

    May
    :)

    ResponderExcluir
  11. Onw, querida
    Obrigadaaaa, que bom que você gosta do meu blog, também gosto muito daqui.

    Beijos e tenha um ótimo feriado.

    =*

    ResponderExcluir
  12. Sinto saudades de quando eu tinha um pai, e quando ele me cobria ou até mesmo me colocava pra dormir..

    essas coisas fazem sentido quando lembramos e estamos cheias de problemas ..

    adorei seu blog, ele é lindo!
    beeijos.

    ResponderExcluir
  13. Que lindo!
    Acho que também tô precisando valorizar mais minha família!
    Adorei, Tati.
    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  14. Tati, vim te confessar uma coisa:
    Quando fiz o meu blog, me foi como uma terapia sabe? É onde eu me entrego, relaxo, como se tivesse saindo de mim. Só não poderia imaginar, que além de me fazer esse bem enormeeeee, eu fosse encontrar pessoas que tem me sido tão especiais. Como tem gente bacana, do BEM, nesse mundão de meu Deus.
    Obrigada sempre pelo carinho, e saiba que tenho na enésima potência por voce.
    Tudo lindo demais aqui como sempre.
    Seu blog é o reflexo da sua alma.
    Um abraço gigante!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. é querida, por mais que tenhamos uma família, às vezes nada como um álcool para esquecer as dores... rsrsrs.

    ResponderExcluir
  16. Nossa!
    Como eu gostei daqui!
    Palavras simples mas de grande impacto.
    Um beijo ;)

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo