Páginas

~ 20.4.10 ~

Mulheres "sexo frágil"

Que mulher nunca chorou diante da cena romântica de um filme?
Que mulher nunca teve seu dia de stress?
Que mulher nunca ficou em baixo do cobertor com uma panela de brigadeiro? ...

Não gente, não me interpretem mal, nós mulheres somos frágeis sim, mas de um jeito bonito.
Nossas emoções e sentimentos nos tornam mais sensíveis, e isso é um dos argumentos que nos distingue dos homens. Não que eles não tenham sentimentos e emoções. Falando de mulher, e seus sentimentos, medos e idéias é que eu vou explicar como estou me sentindo. Nós mulheres somos muito ciumentas (principalmente eu), não só com namorado, noivo ou esposo, também com amigas, roupas e acessórios. Pois é eu fiquei essa semana com ciúme de uma pessoa e quase estraguei meu relacionamento, deixei essa pessoa muito triste e eu também fiquei muito magoada. Praticamente transformei todos nossos diálogos no verdadeiro inferno depois disso. Estou mal, se pudesse voltar atrás, eu juro que faria diferente... Não queria antes vir com esse papo de "todas as mulheres", porque a culpada de tudo isso fui eu, também não fiz isso pra aliviar minha dor, de jeito nenhum.


Nem sei mais o que eu faço, só me resta escrever mais e ficar aqui ao lado da caixa de lenços.
ME DESCULPA?

Tati Lemos

18 comentários:

  1. realmente nós mulheres somos mais sensíveis.. e às vezes (quase sempre) fazemos coisas sem pensar, mas é uma coisa natural do ser humano.. nascemos pra errar; e com isto aprendemos alguma lição, tenho certeza!
    parabéns pelo blog :)
    quando poder retribua a visitinha ;**

    ResponderExcluir
  2. ' Eu concordo com você flor (pra variar né? rs).
    Não se culpe flor, o que passou passou .. não temos como voltar atras! Agora é ir pra frente e tentar arrumar as coisas ;/

    Tati, um bom feriado e final de semana pra você!
    Vou ficar um tempo longe do blog, motivos explicados no meu blog..
    Beijoooooooooo !

    ResponderExcluir
  3. eu sou super mega iper fragil, que até me irrito as vezes!SASHASAHSA
    adorei o texto :*

    ResponderExcluir
  4. .



    ”Pois é, eu fiquei esta semana
    com ciúmes de uma pessoa e
    quase estraguei o meu
    relacionamento”.
    - Você não teria este poder,
    Tati. Todas as pessoas têm
    ciúmes de alguém ou de
    alguma coisa e quando este
    sentimento é dosado,
    inteligente, nada muda a não
    ser para a melhor.
    “Praticamente transformei
    todos nossos diálogos no
    verdadeiro inferno depois
    disso”.
    - Tati, eu acredito na
    sinceridade da sua
    previsão, mas com certeza o
    inferno não se instalou por
    isso. Nova chance para
    “arrumar a casa” vocês
    tiveram quando concluíram
    que a estrada ia dar num
    despenhadeiro.
    “Estou mal, se pudesse
    voltar atrás, eu juro que
    faria diferente... Não queria
    antes vir com esse papo de
    "todas as mulheres",
    porque a culpada de tudo
    isso fui eu, também não fiz
    isso pra aliviar minha dor,
    de jeito nenhum”.
    Tati, esteja certa que este
    mal é passageiro, assim
    como a indisposição, você
    logo, logo ficará boa. Vocês
    foram avisados do mal,
    necessário, que os acometeu.
    Foi como um freio de
    arrumação. Vocês têm tempo,
    sensibilidade e amor. Tem,
    portanto, a matéria-prima
    necessária ao bom
    relacionamento a dois e isto
    já é prova de que você voltou
    atrás e mesmo que você
    queira tomar para si toda a
    culpa, isto não isenta o seu
    par de sua parte.
    Pelo que sinto, ambos
    pararam para repensar e
    agora é a vez do tempo;
    tempo, tempo, para que
    te quero, tempo?

    silvioafonso.





    .

    ResponderExcluir
  5. lidar com a sensibilidade feminina é um desafio, mas há realmente beleza e também muita força nessa chamada "fragilidade".

    aos pouquinhos vamos aprendendo a viver melhor com tudo isso, mas acho sensato dizer que é um trabalho pra vida toda. e quanto mais aceitamos essa ambiguidade de força e delicadeza ao mesmo tempo, mais fácil fica.

    um beijo, Tati!

    (bem-vinda na roda!)

    ResponderExcluir
  6. Olá meu anjo;
    Te conheci no blog do Silvio Afonso, s ou seguidora dele e ele do meu blog.
    Amei seu blog e seus texto sobre nós mulheres que realmente somos muito frágeis.
    Mas não há mau nisto querida, eu adoro ser frágil e meu maridão faz tudo por mim. É tão gostoso!
    Em relação ao ciúme, cuidado com ele, pois pode ser destruidor de uma relação!
    Te espero no meu blog e adoraria que você me seguisse, pois de agora em diante vou te seguir.
    Beijão e fique com DEUS!

    ResponderExcluir
  7. sensíveis... frágeis de coração e sentimentos, mas feitas de sonhos e aço!

    Frágeis? Cutuca pra ver!

    Amiga, cada vez mais me surpreendo com os seus escritos, cada vez melhor!

    bjos bjos

    ResponderExcluir
  8. Mulher sente demais, sente até coisas que não são possíveis de se sentir. Mas olha, não se arrependa do que você fez, leve tudo como um aprendizado. Errar é sempre bom, mesmo que não consigamos enxergar isso agora. :*

    ResponderExcluir
  9. Oi, tem selinho lá no meu blog pra ti.
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  10. Oi, estou te seguindo também.. obg pela visita.
    Tem post novo lá, volta? Beijooooos. :*

    http://drykasales.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Adorei!!!
    Amanha é outro dia e um dia novinho para vc fazer tudo de maneira diferente!
    O importante é reconhecer os erros e saber aproveitar a oportunidade de corrigi-los!!
    Beijos!
    Bel

    ResponderExcluir
  12. Pois é, menina, às vezes parece inevitável essa fragilidade...
    Sei bem como é, e também tenho o cobertor como refúgio, hahaha! ;)
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  13. sem duvidas nós mulheres somos portadoras de uma imensa fragilidade emocional, mas contudo também somos possuidoras de uma força inimaginavel, vai dar a volta por cima, você vai ver *-*

    ResponderExcluir
  14. Retribuindo e agradeçendo por você seguir meu blog...
    Seu blog está lindo... beijo

    ResponderExcluir
  15. sou o ciúme, a fragilidade, e a sensibilidade em pessoa!

    ResponderExcluir
  16. Bonito teu fluxo de sentimento Flor!
    Bjo.

    ResponderExcluir
  17. Tati, realmente somos seres unicos como mulheres. Eu adorooo ser mulher.
    Frágeis , mas fortes.
    Como diz meu querido Carpinejar, "Minha fragilidade não quebra".

    Um abraço giganteeeeeeeee!

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo