Páginas

~ 6.9.10 ~

Quem sou eu

Ao teu lado: Uma grande mulher apaixonada.
Sozinha: Uma criança abandonada com os olhos cheios d´agua

Tati Lemos






Enquanto você conversa e me beija
Ao mesmo tempo eu vejo
As suas cores no seu olho, tão de perto
Me balanço devagar
Como quando você me embala
O ritmo rola fácil
Parece que foi ensaiado
(Pitty/Equalize)

24 comentários:

  1. que lindo *.*
    Pois é querida, Beijinho.

    ResponderExcluir
  2. Pitty...vendeu a alma, mas ainda escreve bem pra c...

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw...

    ResponderExcluir
  3. Ensaiado nem foi, mas que estamos acertando os passos e entrando no ritimo dessa dança [da vida] aos pouquinhos estamos...

    ResponderExcluir
  4. Gosto dessa música. Fico sempre encantada com as imagens que vc usa no seu blog, são lindas e de uma delicadeza. Parabéns pelo bom gosto, Tati.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  5. Que coisa mais lindaaaaaaaaa!

    Adoro tudo que você posta aqui, minha filhotinha amada!


    Um abraço forte!

    ResponderExcluir
  6. Que bom suas frases, seus textos Tati!
    Da pra sentir o cheiro de felicidade daqui ;D

    Tudo de bom florzinha.
    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  7. Tati seus posts são tão simples e encantadores.

    E é bem assim mesmo, parece que quando estamos perto da pessoa amada nos completamos..

    beijo grande querida!

    ResponderExcluir
  8. todas nós temos uma parte menina-mulher por dentro.
    Grande Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Tati, adoro esta música, perfeita, bjs, Va.

    ResponderExcluir
  10. É impressionante como a musica pode traduzir cada momento da nossa vivencia...

    A primeira parte de seu post me lembrou um poema que eu deixo aqui para você:

    " Menina e moça

    Está naquela idade inquieta e duvidosa,
    Que não é dia claro e é já o alvorecer;
    Entreaberto botão, entre fechada rosa,
    Um pouco de menina e um pouco de mulher.

    Às vezes recatada, outras estouvadinha,
    Casa no mesmo gesto a loucura e o pudor;
    Tem cousas de criança e modos de mocinha,
    Estuda o catecismo e lê versos de amor.

    Outras vezes valsando, o seio lhe palpita,
    De cansaço talvez, talvez de comoção.
    Quando a boca vermelha os lábios abre e agita,
    Não sei se pede um beijo ou faz uma oração.

    Outras vezes beijando a boneca enfeitada,
    Olha furtivamente o primo que sorri;
    E se corre parece, à brisa enamorada,
    Abrir as asas de um anjo e tranças de uma huri.

    Quando a sala atravessa, é raro que não lance
    Os olhos para o espelho; e raro que ao deitar
    Não leia, um quarto de hora, as folhas de um romance
    Em que a dama conjugue o eterno verbo amar.

    Tem na alcova em que dorme, e descansa de dia,
    A cama da boneca ao pé do toucador;
    Quando sonha, repete, em santa companhia,
    Os livros do colégio e o nome de um doutor.

    Alegra-se em ouvindo os compassos da orquestra;
    E quando entra num baile, é já dama do tom;
    Compensa-lhe a modista os enfados da mestra;
    Tem respeito a Geslin, mas adora a Dazon.

    Dos cuidados da vida o mais tristonho e acerbo
    Para ela é o estudo, excetuando-se talvez
    A lição de sintaxe em que combina o verbo
    To love, mas sorrindo ao professor de inglês.

    Quantas vezes, porém, fitando o olhar no espaço,
    Parece acompanhar uma etérea visão;
    Quantas cruzando ao seio o delicado braço
    Comprime as pulsações do inquieto coração!


    Ah! se nesse momento, alucinado, fores
    Cair-lhe aos pés, confiar-lhe uma esperança vã,
    Hás de vê-la zombar de teus tristes amores,
    Rir da tua aventura e contá-la à mamã.

    É que esta criatura, adorável, divina,
    Nem se pode explicar, nem se pode entender:
    Procura-se a mulher e encontra-se a menina,
    Quer-se ver a menina e encontra-se a mulher! "

    Machado de Assis.



    ;*

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito dessa música.

    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  12. Amei! Cada vez me encanto mais pelo seu blog!
    Beijos, flor!

    ResponderExcluir
  13. Minha querida.... eu sumi, né?
    MAS, sumi dessa vida de net... vou tentar voltar.... só que anda dificil seguir a vida, sabe?

    Obrigada por não abandonar meu cantinho!
    Lembra quando eramos no começo? Nós duas contra o mundo?

    bjops querida

    ResponderExcluir
  14. "Nossa infância foi perdida, temos que aprender a voltar a ser criança, com ingenuidade pureza e alegria É essa a essência de nossa criação. A velhice do espirito ao invés de trazer sabedoria, nos transformam num poço de arrependimentos."

    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Perfeito! Vc tem o dom das palavras, mesmo!

    ResponderExcluir
  16. ei flor, claro que pode seguir meu blog.
    Eu tb vou te seguir, seu blog é uma graça, e ...
    tem Caio F. Abreu por aqi , então ... certamente tudo fica melhor :)

    Um beijo e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  17. Não somos todos crianças abandonadas em um ou outro momento da vida?

    sábias palavras!

    ResponderExcluir
  18. amor é aconchegoe abrigo né, amor é proteção...que essa sensação te passe logo minha flor...

    Meu beijo

    Desculpa imenso a falta de visitas, de presença, é que as vezes a vida nos direciona pra outros caminhos

    Erikah

    ResponderExcluir
  19. lindo blog,seguindo
    visita e segue,se gostar?
    http://viiviihmdiario.blogspot.com/
    As músicas de Pitty são muito boas,principalmente essa aí.
    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  20. Linda a Frese!
    vou te contar um segredo!!!
    Eu tbm me sinto assim...

    Mozi :)

    ResponderExcluir
  21. Perfeito flor!!

    Tão delicado!!

    beijo boa semana

    ResponderExcluir
  22. 'E eu gosto mesmo de você, bem do jeito que você é ..'

    Somos tão diferentos quando amamos, e mais ainda do lado desse amor.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Bonito, mas se o amor sobrevive a solidão ele tem grande possibilidade de se tornar algo inesquecivel...

    Fique com Deus, menina Tati Lemos.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo