Páginas

~ 24.7.11 ~

Você Capitu e eu maridão.


A gente não quer um cara toda hora pegando no nosso pé, um cara ciumento e que nos obrigue a olhar jogos de futebol todo domingo bonito de sol, mas a gente se sente tão sozinha sem nada desse tipo também. Eu por exemplo, acho que daria tudo pra ter alguém aqui pertinho de mim assim. Quando a gente acaba um relacionamento, mesmo que passem meses depois, anos depois a gente ainda pensa por que acabou de tal forma, no caso se é você quem leva o “pé na bunda” você fica se questionando o tempo todo o que fez de errado, pra tentar em algum novo relacionamento não fazer o mesmo, eu sei os homens são muito diferentes, mas nesse caso, mulher sempre pensa que o erro de fábrica está nela. Eu mesma acho que já estraguei um destes relacionamentos por falar uma frase besta que falava de casamento, frase que eu achei fofa, mas para o outro suou como uma ameaça ou suposta promessa, puts quando levei o pé na bunda, eu queria me matar por ter dito isso, tive vontade de bater em mim mesma. Olha onde já se viu falar em casamento logo pra um homem traumatizado? Homem eu acho que é bicho estranho, não gosta desse tipo de coisa. Tem os que gostam, esses sim são os homens sem traumas, os homens que são Homens, assim mesmo com “H” maiúsculo.
E na hora de dar o pé na bunda de uma mulher eu acho tão mesquinho ele chegar e dizer todo formal “ Meu bem, vamos dar um tempo, não ta dando mais, é só um tempo, um tempo pra nós dois esfriarmos a cabeça, blá blá blá...”, quando o cara chega com “vamos dar um tempo”, bom nem precisa falar o resto, pois ele já está mentalmente dizendo “Pô você é uma menina bonita, mas espera, deixa eu olhar aqui ao redor, caso eu não encontre ninguém melhor que você eu te telefono, ok?” É isso, eu não sou louca, nem esquizofrênica, é isso que eles pensam. E quem é boba ainda espera, espera ele ver se tem alguém mais gostosa, mais apresentável que você por ai. E com certeza, ele não vai encontrar e vai te telefonar. 

Tati Lemos

17 comentários:

  1. Sinceramente?
    Pela pouca experiência que tenho, é exatamente assim... Sabe uma coisa que aprendi bem? Quanto menos você ligar para ele, mais ele ligará para você... já testei e é no alvo.

    Um Beijo e adorei o seu também!
    Tenho outro: www.mundobrasileirissima.blogspot.com adoraria vê-la lá!

    ResponderExcluir
  2. Pedir tempo é algo infantil e desonesto porque dificilmente a pessoa está apenas confusa, em geral já está decidida.

    Também prefiro um final direto (desde que sincero, esclarecedor) do que isso.

    Um beijo, querida.

    ResponderExcluir
  3. todo mundo qr um amor, alguem que se importe com a a gente e a gente com ele... é tao bom se sentir amada...

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Tua delicadeza,tua franqueza são encantadoras...uma escrita palatável que me deixam na ansiedade das vindouras.

    Bjosss...Lindona.

    ResponderExcluir
  5. Tati, pior que é bem assim que eles pensam. Procuram algo 'melhor' e no entanto, nunca encontram, e acabam correndo atrás..

    Adorei o texto!!

    ResponderExcluir
  6. Oii Tati querida ^^
    adorei.... beijo grande viu ♥

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkk adoreeei esse texto!!! Muito criativo, vc tem um humor mt bom!!!
    Olha,
    resolvi mudar o endereço do meu blog. Mas, não quero perder vc de vista, viu?!
    Esse é o meu novo endereço: http://simplesmentewe.blogspot.com/
    Ele continua o mesmo, só o nome que mudou!!rss
    Bjuus

    ResponderExcluir
  8. Belo desabafo!
    Relata realmente o que muitas vivem
    O bom é aprender com os erros e não cometê-los novamente
    Aproveitar cada momento, e acreditar que a sua metade existe!
    Cedo ou tarde todas descobrimos isso

    Beijos
    http://bruhworspite.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. costumo dizer que os finais, embora doloridos, são libertadores... nos permitem o novo... nos levam de volta à um lado nosso que nessa altura da relação já estava desgastado e tristonho...

    bela reflexão...

    beijo carinhoso

    ResponderExcluir
  10. Bom tbm acho...cada um tem que ter "sua vida" e os dois compartilham uma outra vida a dois.!

    ResponderExcluir
  11. Eu acho que homem é tudo igual, o que muda são os relacionamentos. Não acho que a culpa seja de um outro, não deu certo e foi melhor para alguma das partes terminar. Meio radical, mas sei lá.

    E concerteza eles pedem um tempo pq falta a coragem para terminar, mas para mim... quem dá tempo é relogio.

    ;)
    Adorei o texto, super-sincero!

    ResponderExcluir
  12. Essas perguntas nos tiram o sono e provavelmente não nos leva a lugar nenhum.

    beijinhos Tati

    ResponderExcluir
  13. Isso aí é bem verdade mesmo.
    Fiz isso esses dias, com um guri que estava "se achando o tal", que chegou até a me ofender.
    Bastou ser fria o suficiente para ela se arrepender. Disse até que estava mal no dia seguinte mas não me revelou o motivo.
    São assim, todos. Aí quando você fica revoltada e dá um "gelo" neles, tudo muda tão de repente!
    Impressionante!
    ahahaha
    Beijo beijo

    ResponderExcluir
  14. Conheço uma pessoa que anda passando por isso, o pior é quando não se toca rsrsrrs. Em relação ao futebol, ainda bem que não tenho problema com isso, pq adorooooooo futebol kkkkk.

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo