Páginas

~ 28.8.11 ~

Por que eu amo esse cara? Alguém pode me responder?


Entre os olhares alheios sinto-me bela, as pessoas de fato me acham bonita, mas para aquele a quem tanto dedico essa minha beleza não passo de uma menina indiferente, que se recebe um  " Oi, bom dia!" ja está demais. Andei pensando e percebi, acho que algumas de vocês até irão concordar comigo, o amor faz a pessoa ficar masoquista, não é? Por que quanto mais bofetada você leva da vida, quando mais porta e telefone na cara, você ainda continua mendigando um misero "eu gosto de você". Confesso que o amor não é aquelas baboseiras que estão escritas em revistas de auto ajuda " Saiba como conquistar o homem de sua vida", porque lá diz que você deve estar sempre cheirosa, tem que ser simpática e culta, que  homem gosta de mulher que gosta de si mesma, aquelas que tem auto estima lá em cima e usam seu poder de sedução. Viu? Sabe como eu sei de tudo isso? É por que eu li essa tal revista e não consegui te conquistar, sou tudo isso e mais um pouco e não deu certo. Eu tenho uma vida pela frente faço questão de aproveita-la, não preciso de você pra viver, mas como seria bom viver ao seu lado (risos). Nem os escritos de Martha Medeiros, Tati Bernardi, Veronica H, Rita Apeona, entre outros são capazes de exprimir o que eu sinto aqui dentro, dói? Dói muito, dói mais ainda quando é tratado pelo outro com indiferença, essa indiferença que faz a pessoa ficar invisível, que  dá vontade de chorar. Te peço coisas simples, juro que estou tentando te esquecer então faça o seguinte, não me convide para entrar no seu carro se eu não for entrar na sua vida, não  quero fazer parte do seu presente se não farei parte do futuro, não me ligue somente pra perguntar se eu estou bem e dizer que também está, pois essas coisas meio rotineiras me deixam cansada, não se sinta obrigado a me dar atenção. Desejo muito que esse seu coração de pedra seja um ótimo sinal, o sinal de que eu não era a pessoa certa e que você ainda irá encontrar o amor de sua vida e viver em paz ao lado dela, e esse meu sofrimento aqui é coisa passageira, coisa de muleca e que eu também encontre o cara da minha vida que de fato irá se parecer muito com você, tanto no aspecto físico como nas qualidades.

Tati Lemos

14 comentários:

  1. Rsrs :P Pegou no flagra Hehe, gostei sim (ainda bem que coloco a dedicatória) =) Obrigada por está seguindo.!! AH!! Esses amores são desgastantes, de fato.

    ResponderExcluir
  2. Será, Tati?

    Não gosto de pensar que não receber atenção nos faz gostar ainda mais da criatura...É tão vazio isso, não?

    =\

    Um beijo, flor.

    ResponderExcluir
  3. Ah, essas coisas do coração não dá pra explicar...

    Cada dia escrevendo mais e mais ein moça, adorei...

    Beijão!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Tati, adorei seu blog... muito lindo!!! Parabéns!!! bjo,

    ResponderExcluir
  5. Nossa, Tati! Você escreve com intensidade, verdade, gosto muito de te ler.

    A gente sabe tão pouco da vida que quando o fim ou a indiferença nos faz visita pensamos que é só para nos machucar, nos fazer sofrer, mas como você disse, Tati, talvez seja um sinal de que o cara certo ainda vai vir.

    um beeijo*

    ResponderExcluir
  6. Moça, outros moços mais espertos virão...rs...e teu texto me lembrou os de outra Tati...a Bernardi! Parabens!

    ResponderExcluir
  7. Adorei !
    Beijos, beijos,
    Ana Sílvia Diniz.
    http://www.anasilviadiniz.com/

    ResponderExcluir
  8. Nossa Tati..
    Que texto! O coração até parou para ouvir e refletir em cada uma dessas suas palavras..
    Me identifiquei muito, me vi completamente nele..
    Ótima semana.
    Bjoo..♥

    ResponderExcluir
  9. resposta dificil...

    mas tudo passa...

    comigo esta passando tati...
    só restam as lembranças...
    a gente tm que gostar de qm gosta da gente e nos da atençao, se importa.

    um beijo

    ResponderExcluir
  10. Tati Tati,
    quanto tempo não passava por aqui!
    e de anti-mão já me arrependo.
    o amor realmente nos deixa masoquistas, principalmente quando não correspondido.
    Mas passa, o bom é que tudo passa um dia, mesmo que fique em nossa mente pra sempre.
    Bjos querida (:

    ResponderExcluir
  11. Gracias, cariño, por leerme, te llevaré siempre en mi corazón---
    Eres valiente, que nadie te turbe
    ni nuble tu alma---Besos para tí
    y para los tuyos.Te quiero.

    ResponderExcluir
  12. Adorei seu blog.
    Amei tudo que li aqui.
    Voltarei sempre que puder...
    Se quiser, dá uma passadinha no meu também... Quem sabe não gosta e fica.... 
    Com certeza retribuirei a gentileza.

    http://cristalssp.blogspot.com

    Beijos 
    Ani

    ResponderExcluir
  13. O lado bom- se é que se possa chamar de bom- dessas coisas é que dói , dói de verdade, mas passa. Ás vezes demora, outras , quando vê, no susto, pra surpresa própria já nem se sente mais.Mas enquanto dura perturba, choca, fere e só fica a vontade de que passe e tudo se resolva logo.

    Adorei o blog!

    ResponderExcluir
  14. Ah, amei o texto.
    Era Dryka sim, meu apelido, mas enjuei.. agora uso meu nome mesmo. rs

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo