Páginas

~ 25.9.11 ~

O medo do Amor

Medo de amar? Parece absurdo, com tantos outros medos que temos que enfrentar: medo da violência, medo da inadimplência, e a não menos temida solidão, que é o que nos faz buscar relacionamentos. Mas absurdo ou não, o medo de amar se instala entre as nossas vértebras e a gente sabe por quê. 

(...)

Que corajosos somos nós, que apesar de um medo tão justificado, amamos outra vez e todas as vezes que o amor nos chama, fingindo um pouco de resistência mas sabendo que para sempre é impossível recusá-lo.

Martha Medeiros

E como não ter medo dessa coisa que trouxe você até mim, assim de uma hora pra outra sem avisar. Que por alguns poucos e bons momentos transformou minha vida em conto de fadas, em história surreal com elfos, fadas e duendes? Que me mostrou um novo jeito de encarar a vida e me deu coragem pra enfrentar todos esses dias pesados como se fossem leves? Me diz, que espécie de sentimento é esse que faz a gente viver por um determinado tempo só sonhando e idealizando o futuro, que faz a gente cantar uma musica apaixonada no meio do trabalho sem se dar por conta, que faz a gente ser solidária e generosa com os outros e com nós mesmos? 

Bom de tudo isso ficou compensado então, assim como você chegou sem avisar, foi embora também sem avisar. Eu fiquei aqui feito uma criança abandonada sem ter pra quem pedir ajuda e conforto, uma criança que ainda te espera e que sorri toda vez que você atende o telefone.

Tati Lemos


13 comentários:

  1. Eu não cultivo palavras...
    Prefiro semeá-las feito flores.
    Quem sabe te embriaguem
    num instante qualquer.

    (Sirlei L. Passolongo)

    Feliz Domingo e beijos meus! M@ria

    ResponderExcluir
  2. Que o amor transborde seu coração!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Estou esperando a minha coragem aparecer ...

    Linda semana, doce Tati.

    P.S.: É da Alice mesmo. rsrs

    ResponderExcluir
  4. A minha coragem foi embora.
    Amar? o maior de todos os medos.

    Beijo meu, adorei aqui .

    ResponderExcluir
  5. Acho que estaremos bem enquanto tivermos medo...só não podemos ser dominados por ele...

    []s

    ResponderExcluir
  6. É perfeitamente natural termos medo de amar afinal nunca se sabe o que virá a seguir, só se sabe que será de dentro de nós.

    ;)

    Beijo, flor.

    ResponderExcluir
  7. É, desses medos que protegem a gente de certas coisas. Embora seja impossível evita-lo. O amor.

    ResponderExcluir
  8. Eu me entreguei, me permiti e deu muito certo!

    ResponderExcluir
  9. Lindo demais..
    Como tudo que você escreve!
    Te admiro pacas! já falei? rs...
    Bjoo..♥

    ResponderExcluir
  10. por mais que a gente pense que nao, ou tenha medo...
    a gente sempre ama denovo...
    e como li em algum lugar: e a gente diz que nunca amou tanto alguem...rs...
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Tati,


    Tudo bem ???

    Passando para fazer um visitinha ;) e nunca devemos ter medo de amar (NUNCA)...
    Aproveito para dizer que tem post novo lá no Blog :: passa lá para dar uma espiada e me diga o que achou !!!
    :::

    artesdejulia.blogspot.com

    Espero sua visita!

    Beijos e um ótimo final de semana
    Sucesso sempre o//
    Obrigada pelo carinho!

    CURTA ::: http://www.facebook.com/pages/ARTES-DE-JULIA/207592012639130

    SIGA::: twitter.com/artesdejulia

    ResponderExcluir
  12. Este é um medo que busco superar todos os dias...

    ResponderExcluir
  13. Tem que ter é muita coragem, pra não amar.

    Beijo Tati!

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo