Páginas

~ 7.2.12 ~

A vida da gente é um acaso ( 3º capitulo)


Em um sábado de julho fomos trabalhar, nós dois e outros poucos funcionários, enfim fomos todos rigorosamente escalados por um gerente novo que escalou o pessoal de todos os departamentos. Bem, na verdade antes de dormir ás 23h e depois de acordar ás 06:30 nem imaginei que você havia sido escalado também, mas quando cheguei no prédio você como sempre tomava um café preto e cheiroso na recepção com o Edgar. Passei e dei bom dia como o de costume e como de costume também somente o Edgar me respondeu, nesse momento como todos os outros dias eu sentia vontade de chorar e de morrer, estava no refrão de uma musica da Janis que não me lembro agora.

No meu setor estavam eu e mais duas meninas, no seu eu não sei não, mas acredito que só você mesmo, pois você andava pra lá e pra cá com uma cara de preocupado e de estressado que deus me livre. Nos elevadores era um sobe e desse de gente, pois foram poucos trabalharam naquele sábado, éramos 15 fazendo o serviço de 60, eu perdi as contas de quantas vezes tive que descer até a recepção para receber envelopes e assinar documentos. Nosso expediente seria até ás 16h, lembro nitidamente, que entrei apressada no elevador subindo para meu andar, quando olhei no relógio e marcavam 10:15, estava com a cabeça focada no trabalho, percebi a presença de um homem dentro do elevador, mas não me virei para olhá-lo, o elevador trancou entre o 3º e 4º andar, apagaram-se as luzinhas do visor, e começou a dar um curto na luz que iluminava o elevador, nesse momento dei um suspiro e soltei um “não acredito”, virei e o homem que estava atrás de mim no elevador era você, dei um suspiro mais demorado  dessa vez soltei um feliz “não acredito!!!”. Pensei um tanto mais feliz, “nossa, meus sonhos estão se realizando”, você me olhava vidrado, como se estivesse com medo de mim e começou a resmungar “já não bastava termos que vir trabalhar no sábado esse elevador ainda pifa”, eu respeitei isso e olhava cabisbaixa para minhas sapatilhas vermelhas, agora estávamos você e eu frente a frente, tão perto de presença e tão distantes de alma, você ainda não havia me reconhecido, aliás você nem me conhecia.

Tati Lemos

14 comentários:

  1. To acompanhando direto, que feliz por ela, sonhos acontecem basta acreditar ;)

    ResponderExcluir
  2. Uuauu viva, palmas, um show de leitura vc é um espetáculo diario para deliciar ao tio e a quem vsits sua página, estou aqui vibrando e torcendo pelo bom andamento da história, pra vc amada poetiza bjos, bjos e bjossssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Own, ah meu deus, ah meu deus *_*
    Nem preciso dizer que AMEI o final né? Pena ele não ter a reconhecido, mas isso não significa que não vá acontecer algo.
    Ao contrário, ela está a cada dia mais próxima. Adorei, arrasou *_*
    Obrigada pelo carinho e volte sempre querida! Vc é mto talentosa! Grandes beijos!

    ResponderExcluir
  4. Verdade, Tati. Preciso atualizar o meu blog, mas por enquanto sem nada na cabeça. rsrs. A música é linda, adorei essa parte: Levantei esta manhã
    Sorri com o sol nascendo,
    Três passarinhos
    Pousaram na minha porta
    Cantando doces músicas
    De melodias puras e verdadeiras,
    Cantando ("Esta é minha mensagem para você")


    --

    As coisas estão dando certo, hein? As vezes dá pra acreditar no destino, nessas coisas que acontece. Como ficar preso em um elevador com a pessoa amada que se quer sabe que é amada por tal.

    ResponderExcluir
  5. Que lindoooo! X)
    Adorei a parte em negrito Tati, ficou perfeito!!!!

    Que venha a 4 parte ;]

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Tati! Boa sorte no Sorteio!!
    Estou adorando a história vou acompanhar!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  7. Acompanhando...curiosa!rs...bjs moça e obrigada por seu carinho lindo, sempre!

    ResponderExcluir
  8. To curiosa para ler os próximos capítulos da história romântica dessa menina tão apaixonada.Beijos

    Fernanda

    ResponderExcluir
  9. to ansiosa pra continuação...
    que cara hein... mas ele mal sabia né... beijoooos

    ResponderExcluir
  10. bem criativo o texto
    as palavras nos prendem em uma leitura muito agradável.
    bem interessante a historia,
    gostei !!



    --
    sawuelbruno™

    ResponderExcluir
  11. Essa novela está nos deixando ansiosos rssr

    bora juntar logo esses dois hehe
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Por favor o próximo capítulo! haha
    Muuito bom, já me senti dentro da história sendo a Alice *-* hihi

    Hey, tem conto novo no blog :)
    http://fugaadarealidade.blogspot.com/
    Beijinhos :**

    ResponderExcluir
  13. Tem gente que anda tão desatenta, né? Divide o trabalho, o elevador, os dias e não se dá conta do que realmente se passa dentro (ou quase fora) da gente.

    Lembrei de uma música: 'Eu sou o seu amor, me entenda. Você precisa descobrir o que está perdendo.'

    Escrevendo lindamente, moça!

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo