Páginas

~ 17.6.12 ~

        Um poeta que não sabia amar. (II)

Tumblr_m48weoysip1qh9ojko1_1280_large

Tonie pegou as poucas coisas que tinha e foi viajar. Durante a viagem lia um livro o qual não lembro o nome, só lembro que era uma história triste, um romance policial, apesar de algumas palavras tristes e das cenas de drama que o livro descrevia Tonie nunca chorava, parecia fria pra essas coisas. Ela era doce, as vezes! Jamais acreditou em amor, não sabia, mas estava prestes a viver um e não era um amorzinho qualquer, era um Grande e quem sabe Eterno Amor, assim mesmo com letras maiúsculas. Escutava uma coletânea do Cazuza nos fones, então começou a musica Exagerado e faltavam ainda 5 horas para chegar ao seu destino. Chegou um rapaz e sentou do seu lado, ela se sentiu um pouco incomodada, tirou os fones, fechou o livro e o guardou depois de ler a ultima frase da Pag. 29 "A onde quer que você esteja, eu sempre irei ao teu encontro". 

Alguns minutos depois, perguntou ao rapaz, coisa que não costumava fazer, pois nunca falava com ninguém.
- De onde veio? Este ônibus está a duas horas rodando sem parar, não tem como você ter entrado agora nele!
O rapaz com um olhar tímido e um óculos de grau antigo respondeu:
- Quem disse que entrei agora nele? Eu estava la na frente, mas haviam umas moças falando muito alto e resolvi trocar de lugar, por que tem algum problema? A Senhorita sentiu-se incomodada? (falou a ultima frase com um tom de deboche, ela sentiu)
Respondeu um tanto fria:
- Não!

Passou uma hora, o rapaz já estava dormindo e roncando ao seu lado.

Ela colocou os fones novamente, apertou o play e continuava na Exagerado-Cazuza, como de costume começou a cantar em voz alta na parte "eu posso até morrer de fome, se você não me amar".

O rapaz acordou e com uma voz sonolenta perguntou:
- O que? o que que você ta dizendo?
Ela com o fone nem percebeu que o tinha acordado e continuou em voz alta:
 - "Adoro um amor inventado..." (desafinando no final, ele sentiu)

Ele agora estava bem acordado e tirou os fones do ouvido dela, ela o olhou com uma cara feia, como quem interrompe um ritual sagrado. Ela puta da cara perguntou:
- Por que fez isso?
Ele respondeu, não querendo admitir que ela cantava mal, inventou e acabou saindo assim:
- Como é seu nome?
Ela respondeu:
-Antonie. 
Ja ia colocando novamente os fones, ele percebeu:
- Ei, vamos conversar mais um pouco, desliga esses fones!

Tonie, achando um pouco estranho o comportamento do rapaz que agora ao invés de pálido, como normalmente, estava vermelho, desligou os fones e cruzou os braços.

Tati Lemos



12 comentários:

  1. Tem selinho pra vc!! :)


    Beijooos
    http://momentosdapathy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adoro bandas gauchas mas, sou de Florianópolis/ SC
    Adorei a sua história "ouvindo Cazuza..." é bem a minha cara hueheuheu

    ResponderExcluir
  3. RSrs, cazuzameentende.com! rsrs

    Cazuza, sempre sempre fazendo a gente canta alto, mesmo desafinados.

    Um recheio pro que deve vir por ai. :)

    ResponderExcluir
  4. Amores podem e acontecem a todos os instantes , em vários lugares . Só é preciso estar no lugar certo , na hora certa . Eu nunca estou =/ rs

    Beijos =)

    ResponderExcluir
  5. E a gente segue na expectativa dos próximos passos...rs
    bjs moça!

    ResponderExcluir
  6. Bom FDS, Continua, continua*

    Post Novo!!!
    Entrem e Comente*
    http://gabriellyrosa.blogspot.com
    G.R ♥

    ResponderExcluir
  7. na boa? que blog fofo *-*

    http://kehcristina.blogspot.com.br/2012/06/amizade-que-vira-amor-e-eles-nao.html

    besos, seguindo ;*

    ResponderExcluir
  8. Geralmente as pessoas que mais marcam noossas vidas aparecem sem nem percebamos, e vão ficando por alí, as vezes a gente nem percebe, mas como o passar do tempo nos damos conta do quanto aquela pessoa é especial e nos faz bem.

    Tati, tá cada vez mais interessante a história.


    Beijoo grande.

    Além das Palavras (umpoucodemimsm.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  9. bem criativo e interessante a historia, os detalhes do fato ficaram um show,

    parabéns !

    ResponderExcluir
  10. ESTOU GOSTANDO... SEMPRE BOAS HISTORIAS...
    AGUARDO CONTINUAÇÃO...

    BOM FDS!BEIJO

    ResponderExcluir
  11. :)) Quando as coisas acontecem naturalmente, parece que são mais lindas! Adoro essas conscidências, mesmo que elas não aconteçam comigo! siuhaushiaush ._. Correndo pra ler a continuação :D

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo