Páginas

~ 14.7.12 ~

Um poeta que não sabia amar. (III)

Tumblr_m08347yg5e1r8dguuo1_500_large

- Então sobre o que você quer falar? - resmungou Tonie, com cara de criança malvada.
- Você gosta de bife de fígado? - perguntou o rapaz, sem graça tentando argumentar.
- Que? - Tonie.
- Qual o seu signo? - o rapaz sem jeito ainda, mas queria de qualquer forma ter algo pra conversar com Tonie.
- Leão e o seu? - Tonie agora estava calma, percebeu o nervosismo do rapaz que queria conversar sobre qualquer coisa, qualquer mesmo.
- O meu também é leão! - respondeu com entusiasmo.
- Legal, não lembro de ninguém que fosse de Leão também, assim como eu.
- Obrigado! Muito obrigado dona moça! - disse ele cínico.
- Obrigado, pelo que? - com olhar de duvida.
- Por não perguntar meu nome, até o signo você já sabe, mas o nome ainda não. - falava rindo com um sorriso branco, um sorriso simples, mas ao mesmo tempo o mais valioso de todos.
- A é mesmo, me desculpe, qual o seu nome? - Tonie olhava admirada para aqueles dentes.
- Adam.
- Nome diferente.
- É, na escola teimavam em dizer que eu era da família Adams, mas isso não tinha graça. 
- Tinha sim, até eu achei graça. - Tonie, gargalhando.
(pausa)

Os dois se olhavam e falavam de tantas coisas, algumas incomuns outras bem diferentes. Ela estava hipnotizada pelo sorriso branco de Adam e Adam estava hipnotizado com os olhos castanhos de Tonie.
Falavam, falavam e riam alto feito duas crianças, ele explicava algumas coisas antigas que acontecera na escola pra ela, e fazia a mímica com caretas e imitava vozes engraçadas, até que uma senhora que sentou mais na frente virou para trás e fez um sinal com o dedo indicador nos lábios "xii!".

A noite foi caindo, assim como a cortina de um teatro que vai se fechando, então Tonie percebeu que o rapaz já estava dormindo, se virou para a janela e pensou calada "Fazia tempo que eu não ria tanto, e não conversava tanto com alguém, fazia tempo que eu não era feliz!" ela havia perdido o sono, leu mais alguns capítulos do livro, pela 1ª vez olhou a carteira de Malboro e não sentiu vontade de fumar, então ficou no banco sentada de lado e olhando Adam dormir, como um anjo velando o sono de seu protegido.

Tati Lemos

11 comentários:

  1. que fofo!
    *____*

    Se puder e quiser flor, segue meu blog novo?
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, que lindo. Gostei muitooo.

    Acho que essas coisas que acontecem assim naturalmente é tão lindo, como os dois sem se conheceram riram como se conhecessem a anos. E isso é lindo. Acho que devemos fazer isso mais, rir com outras pessoas, mesmo que desconhecidos.

    ResponderExcluir
  3. É muito lindo começo de paixão, é tão puro e tudo tão perfeitinho. *.*
    Lembro de quando eu conheci o meu atual namorado. A nossa história nem de longe começou parecia com essa, foi tudo ao contrário. Agora é que tá tudo perfeito <3
    Lindo texto!

    Beijinhos
    www.hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Estava sumida mesmo, sem inspiração...

    ResponderExcluir
  5. Coisa linda de se ler .

    ps: eu tento escrever rs
    Beijos =)

    ResponderExcluir
  6. Aiinn Tati, que coisa mais linda.
    É tão interessante ver ela ir descobrindo um sentimento, se re-descobrir, e lembrar-se de que é possível ser feliz.

    * adorei ver meu textinho no seu face ;)


    Beijo
    Além das Palavras - umpoucodemimsm.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Que liiiindo!! *-*

    Parei um pouquinho de Acompanhar essa história, mas ainda lembro o começo. Vou dá uma olhada e me atualizar!

    Beijo,
    milalices.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. OMG, eu PRECISO saber o que vai acontecer. Tonie é um encanto e é uma daquelas moças solitárias que a gente torce pra encontrar um amor e aí aparece o fofo Adam *_*
    Ah, suspiros. Sua história me conquistou e quero muito saber o que vai acontecer. Beijos flor e volte sempre :D
    Parabéns pelo conto tão lindo <3

    ResponderExcluir
  9. Owwwwwwwwwwwn Tonie que fofo! Adorei demais seu onto e quero saber o que vai acontecer. :)

    Não sei e lembra de mim rs mas voltei com o blog :)

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Aquela sensação de quando a gente começa a descobrir alguém e vai se encantando. *--* perigo! ashishiashishs

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo