Páginas

"Eu sofro sendo assim, eu sofro porque, quando você acha mais da metade do mundo babaca, você passa muito tempo sozinho." Tati Bernardi

~ 16.11.12 ~


Quantos olás você recebe por dia? Quantos elogios você vê em suas fotos? Quantas pessoas ficam de paparicando e dando cantada? Quantas coisas acontecem ao seu redor e você não nota, até nota, mas não dá bola por que são banais, por que o que você quer mesmo escutar é um "eu te amo", um "eu gosto muito de você", um "você é diferente das outras, você é especial", mas isso não acontece.
Você já tem medo de sair pra rua, por que na rua tem casais se beijando, casais bonitos que se combinam, casais felizes, o casal que você gostaria de ser um dia com alguém. Os outros ao seu redor não se importam, por que você é mimada, por que você tem mania de perseguição e faz de sua vida a mais dolorosa do mundo, por que você sempre se sente sozinha e feia. 
Quando está lendo um romance, você imagina se no mundo existe alguém que possa amar tanto, tão de verdade como aquelas, você pára de ler e olha para os lados, olha por cima dos óculos de grau procurando alguém em volta, imaginando que será o amor da sua vida, por que os livros nos ensinam que o amor aparece assim do nada. No final do livro você chora pra caramba e pensa "porra, minha vida é uma merda".
No rosto um sorriso confiante, mas um coração gelado que não suporta mais nada, a não ser de contos de amor, sim, porque só esses são os que tem finais felizes.

Todo final de semana se sente frustrada e fodida, chama um amigo pra sair, bom pelo menos existem amigos, chama amigos pra não sair por ai fazendo merda e nem fodendo a vida de ninguém. 

Bom se você se sente assim, pode entrar pro clube.


5 comentários:

  1. Olá tudo de bom ...
    Obrigada por seguir o meu blog .
    Também estou a seguir o seu , como poderá ver .
    Parabéns o seu blog está magnifico .


    Ernesto
    ernestocastanha.blogspot.com
    ernestocastanha.blgs.sapo.pt

    ResponderExcluir
  2. As vezes até acontecem, mas não reparamos pois não queremos essas palavras de qualquer um mas sim de uma pessoa em especial.

    ResponderExcluir
  3. Vou fazer um depoimento: Pensei exatamente assim até o mês de agosto de 2011, quando a vida me mostrou o contrário. Acredite, o amor surge inesperadamente. Manter o coração tranquilo, a mente positiva, e deixar que tudo vem na hora e no momento certo. Acredite. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Pois é, depois de um ano e meio de namoro, me sinto realmente assim. Agora se já é difícil encontrar o amor quando você não tem alvo certo, imagina dois raios caírem no mesmo lugar? Acho que não. Finais de semanas viraram os meus piores pesadelos, regados de muito choro.
    Beijinhos

    hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. É, amiga... Somos duas. Aliás, somos muitas nessa situação.
    Mas eu ainda acredito no amor. Vamos acreditar e vamos ser felizes mesmo sem o amor porque o amor quer que a gente seja feliz para quando ele nos encontrar estejamos prontas para ele. ;)

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo