Páginas

Pra quem gosta de ler Caio F.

~ 27.2.13 ~

Hoje em dia não tem uma blogueira que não conheça Caio Fernando Abreu, um cara que manjava muito de sentimentos e que nos deixou grandes tesouros escritos. Caio, escrevia o que realmente sentia e é por isso que hoje ao ler ele, conseguimos sentir, há uma transmissão de sentimentos que faz com que nos identifiquemos muito. Não foi a toa que se passaram 17 anos sem o Caio e ainda lemos seus lindos escritos em blogs, sites, grafites e etcétara.

Caio Fernando Abreu (1948-1996) foi um grande jornalista, dramaturgo e escritor brasileiro, escrevia sobre os temas como medo, sexo, solidão e traição, talvez seja isso que nos faça sentir prazer em lê-lo, pois são essas as inseguranças e sentimentos que temos hoje. Caio era homossexual assumido em plena época de Ditadura Militar, já havia morado na Europa, no RJ e SP. Suas obras estão dividas em 22 livros e duas peças de teatro.


Trouxe pra vocês dois L&PM Pocket dele que li em menos de um mês de tão interessantes que são os contos.
                                                 


Fragmentos - 8 histórias & 1 conto inédito.

Sumário:


Porta-retrato;
Os sapatinhos vermelhos;
Sargento Garcia;
Uma história de borboletas;
Além do ponto;
Paris não é uma festa;
Para uma avenca partindo;
Os sobreviventes;
Pela passagem de uma grande dor;
Aqueles dois e 
O inimigo secreto.









Ovelhas Negras

Sumário:


l - CH'IEN

A maldição dos Saint-Marie;
O príncipe sapo;
A visita;
Introdução ao passo da guanxuma;
Loucura, chiclete & som;
Sagrados laços;
Por uma tarde de junho;
De várias cores, retalhos;

ll- K'AN
Lixo e Purpurina;
Creme de alface;
Mas apenas e antigamente guirlandas sobre o poço;
Antípodas;
Noites de Santa Tereza;
Triângulo em cravo e flauta doce;
Red roses for a blue lady;
O escolhido;

lll - KÊN
Venha comigo para o reino das ondinas;
Anotações sobre um amor urbano;
A hora do aço;
Uma história confusa;
Sob o céu de Saigon;
Onírico;
Metâmeros {l - A perda, ll - Sobre o vulcão} e
Depois de agosto.

12 comentários:

  1. Adoooooro Caio Fernando de Abreu! Simplesmente inspirador!
    http://sempre-sonhadores.blogspot.com.br/ sempre q puder faça-me uma visita! Desde já obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Poxa...fiquei triste agora! Acredita que nunca li nada dele? Para tudo...vi que estou perdendoo muitooo. Quero logo poder ler e tenho certeza que vou gostar demais. Amei sua postagem.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  3. Ah, quem nunca leu pelo menos uma frase e sentiu que todas aquelas palavras vestiam sentimentos puros, coisas que todo mundo sente... Caio era tão normal que parede com todo mundo. Claro, falando de sentimento. Em sentimentos somos bem parecidos. Ele claro, entendeu mais da vida e a alma do que nós.

    Caio eternamente vai embriagar a alma com as mais belas palavras.

    Beijos flor.**

    ResponderExcluir
  4. Como conhecer e não amar, né? Caio Fernando Abreu, sempre desvendando todos os nossos sentimentos como se fôssemos livros abertos... quer dizer, para ele, talvez nós somos mesmo, rs. Um escritor completo! Acho que nenhuma palavra resume.
    Tem sorteio lá no blog, viiu?
    Beijinhos

    Hipérboles
    @hiperbolismos

    ResponderExcluir
  5. E alguns ainda reclamam do renascimento da obra dele para o público em geral! Adorei a citação a ele! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Costumava me identificar mais com o estilo dele "no começo" do meu blog, quando escrevia mais sobre desilusões amorosas. São fases realmente. Não sou uma grande fã dele hoje em dia, mas não posso negar que é um bom escritor mesmo. Belo texto :D
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  7. Sou simplesmente fã do Caio e já tive a oportunidade de ler Ovelhas negras e fragmentos. Acho que o maior erro é falar que Caio só sabe falar de amor, acho que na verdade, ele sabe falar sobre sentimentos como vc mesma disse e Triângulo das águas mostra bastante isso. Gostei das suas indicações. Sem dúvidas, quem ainda não o conhece, tem que correr para ler! Ele é um escritor incrível!
    Muitos beijos flor! <3 Até mais!

    ResponderExcluir
  8. Acho que as pessoas deveriam ficar felizes por um autor como o Caio voltar a fazer tanto sucesso e o seu trabalho ser reconhecido também por todos os jovens da geração. Isso só a ajuda a mostrar o quanto ele é talentoso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Excelente indicação. Caio é sempre muito atual, justamente pela temática e pela maneira como aborda esses temas. Genial

    ResponderExcluir

22, leonina, estudante de Recursos Humanos, feminista, louca, exagerada, dramática, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante, cinéfila, MPB, paz e amor e viciada em café.

 
Por ti, pra ti © todos os direitos reservados :: voltar para o topo